fbpx

Cartilha Fique Amiga Dela

A oficina Fique Amiga Dela surgiu da experiência com as consultas individuais onde a mulher é convidada a conhecer e saber mais sobre seus genitais e secreções, com ênfase no que é normal e na promoção da saúde.

Leia mais +

Cartilha Fique Amiga Dela

A oficina Fique Amiga Dela surgiu da experiência com as consultas individuais onde a mulher é convidada a conhecer e saber mais sobre seus genitais e secreções, com ênfase no que é normal e na promoção da saúde.

Leia mais +

Precisamos falar com os homens

A organização não governamental Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde realiza grupos reflexivos com homens denunciados por crimes da Lei Maria da Penha há cerca de 10 anos na cidade de São Paulo (SP).

Leia mais +

Como criar meninos feministas

Meu filho de 12 anos pega o copo rosa, enche com suco, e toma um gole. “Não é”, ele diz. “Rosa é para meninos também”. Foi um momento fugaz durante uma refeição familiar tipicamente frenética.

Leia mais +

Cuidando da Saúde Reprodutiva em Tempos de DST e AIDS

No inverno de 1987, o Coletivo estava entusiasmado com a recente abertura do seu ambulatório de atendimento às mulheres e com a compra de aquecedores para acolher as usuárias de forma ainda mais calorosa. No entanto, também se preocupava com que providências tomar para enfrentar uma nova adversidade: a AIDS (Síndrome de Imunodeficiência Adquirida).

Leia mais +

O que devem saber os profissionais de saúde para promover os direitos e a Saúde das Mulheres em Situação de Violência Doméstica

A violência doméstica é um tema que vem sendo a cada dia mais abordado como uma questão de saúde. Entretanto muitos profissionais desta área têm sérias dúvidas sobre a oportunidade de se trabalhar um problema desta natureza em uma rede de serviços de saúde, geralmente pública, para a qual são referidas a maioria das propostas, e bastante sobrecarregada.

Leia mais +

Gênero e Prevenção das DST/AIDS

Este documento é uma versão da consultoria solicitada pela Unidade de Prevenção da Coordenação Nacional de DST/AIDS (CN-DST/AIDS) em junho de 2001, para subsidiar diretrizes para a prevenção de DST/AIDS em mulheres, com um enfoque de gênero.

Leia mais +

Aborto – Interrupção Voluntária da Gravidez

Toda mulher em idade reprodutiva sabe o que significa a angústia do atraso da menstruação quando não se pretende engravidar. Por mais segura que esteja quanto aos métodos anticoncepcionais adotados, é impossível não ficar temerosa, pois nenhum método contraceptivo pode ser considerado 100% seguro.

Leia mais +

HIV e Gravidez

HIV e Gravidez Em função do dia 1 de dezembro, o núcleo das obstetrizes traz algumas questões que são dúvidas frequentes sobre HIV e gravidez.

Leia mais +

Plano de Parto

Plano de Parto Plano de Parto O lançamento do Plano de Parto Social, realizado no dia 27 de novembro pela Defensoria do Estado de São

Leia mais +
Rua Bartolomeu Zunega, 44 Pinheiros – São Paulo/SP
© 2020 Coletivo Feminista de Sexualidade e Saúde • Todos os direitos reservados.

Segundo a OMS, o Brasil tem a 5a. maior taxa de feminicídios do mundo. Entre 1980 e 2013, 106.093 mulheres morreram por serem mulheres. A Agência Patrícia Galvão traz dados que confirmam que ser mulher é um risco: uma travesti ou mulher trans é assassinada no país a cada dois dias; 30 mulheres sofrem agressão física por hora; uma mulher é estuprada a cada dez minutos; 97% das mulheres já foram vítimas de assédio no transporte; e 76% das mulheres já sofreram violência e assédio no trabalho.